domingo, 17 de janeiro de 2010

Da-lhe Rogério Menezes!!!

A Câmara que economizou R$ 1 milhão
Publicado em 16.01.2010

Após desgaste na imagem com escândalos nos anos anteriores, a Câmara de Caruaru impôs uma política de austeridade em 2009 e já teve lucro

Pedro Romero

promero@jc.com.br

CARUARU – A principal discussão das últimas sessões da Câmara de Vereadores desta cidade do Agreste, antes do recesso, foi de como a prefeitura pode utilizar cerca de R$ 1 milhão que foi economizado pelo Legislativo em 2009. Bem diferente dos últimos anos, quando os vereadores caruaruenses tentavam explicar escândalos e denúncias de improbidade administrativa.

Parte dessa mudança se deve ao trabalho do vereador, poeta e repentista Rogério Meneses (PT), que como presidente da Casa, desde o início de 2009, vem se destacando pela moralidade, pelos debates e pela valorização da participação popular. O primeiro vereador eleito pelo PT em Caruaru assumiu a presidência da Câmara depois de o Legislativo ter passado pelos piores momento de sua história.

Em novembro de 2007, o então presidente da Câmara, Manoel Teixeira (PSDC) – Neguinho Teixeira – e mais dois vereadores brasileiros – um de Matosinhos (MG) e outro de São Francisco do Sul (SC) – ganharam notoriedade ao serem flagrado pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, em uma viagem a Buenos Aires, capital da Argentina. Segundo a reportagem da TV, com o pretexto de participar de um congresso, o trio fez um passeio turístico com dinheiro público. O caso rendeu um processo na Comissão de Ética da Câmara.

Manoel Teixeira – que depois assumiu a prefeitura, com a renúncia do então prefeito Tony Gel (DEM) para disputar mandato de vereador – escapou da cassação, mas se viu obrigado a devolver a quantia usada na viagem. Outro vereador de Caruaru, Louro do Juá (DEM), foi acusado de se apropriar da ambulância de uma associação de moradores. Ele também não recebeu nenhuma punição, mas não foi reeleito em 2008.

Uma das primeiras medidas tomadas por Rogério Meneses para tentar mudar a imagem da Câmara foi acabar com a polêmica verba indenizatória, que sempre deixava margem para o uso indevido do dinheiro púbico. Ele também implantou o Portal da Transparência, onde estão disponibilizados os gastos do Legislativo.

A austeridade com o uso do dinheiro público passou por medidas como a implantação do Sistema de Controle Interno, o controle de material de escritório, de xerox e a realização de relatórios de viagens dos motoristas. O esforço resultou em uma economia de quase R$ 1 milhão durante o ano de 2009. “Economizar e ter zelo pelo dinheiro público é obrigação dos gestores. Esse dinheiro volta para a prefeitura e vai se transformar em obras para a população”, disse Rogério Meneses.

Ele destaca que a economia aconteceu sem prejuízo para a modernização da Câmara e cita como exemplos a aquisição de um automóvel, 20 computadores, cinco impressoras e outros equipamentos.

O primeiro ano do petista na presidência também foi marcado pela realização de inúmeros debates e sete audiências públicas sobre temas importantes para a cidade. A inovação esteve presente ainda em eventos como o aniversário da Câmara e do município, marcados pela participação de artistas e valorização da cultura popular. As iniciativas levaram de volta o povo ao Legislativo municipal. “A Casa passou a ser mais democrática. Acho que a imagem da Câmara já é outra”, afirma Rogério Meneses.



Um comentário:

Silvano Lyra disse...

parabéns!
Estamos realizando o II Encontro de Repentistas Evangélicos de Pernambuco
Dia 30 Janeiro 2010 19horas
Teatro do Narcedouro em Peixinhos Olinda - PE. Entrada Franca.
Presença dos Poetas:
Jonas Bezerra,
Isaias Olimpio,
Chico Alves,
André Luis,
João Luiz,
Chagas Vitoriano,
Geovani Coelho,
Antonio Marciano,
José Alves,
Francisco Emidio.
Informações(81)99790989 Silvano Lyra