segunda-feira, 18 de junho de 2012

Poeta Jansen Filho...


Um Monteirense arretado
Que honrou nosso sertão
Vate de inspiração
Para o verso improvisado
Do Cariri afamado
Percorreu todo o país
Mostrando um povo feliz
De bem com a natureza
Sem esquecer da tristeza
Das secas dos Cariris.

Jansen Filho foi assim
Por onde andou fez história
Hoje vive na memória
Como um troféu de marfim
Fez do verso o trampolim
Além fronteiras do estado
Deixou seu nome marcado
Nos anais da poesia
Digo com toda alegria
Um Monteirense arretado.

Um comentário:

Alexandre José de Assumpção Gomes disse...

Concordo e assino embaixo! Considero Jansen Filho um dos maiores poetas que este país já teve.