quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O que é sucesso?



Aos 02 anos sucesso é: conseguir andar.
Aos 04 anos . sucesso é: não fazer xixi nas calças.
 Aos 12 anos, sucesso é: ter amigos.
 Aos 18 anos, sucesso é: ter carteira de motorista.
 Aos 20 anos, sucesso é: fazer sexo.
 Aos 35 anos, sucesso é: dinheiro.
 Aos 50 anos, sucesso é: dinheiro.
 Aos 60 anos, sucesso é: fazer sexo.
 Aos 70 anos, sucesso é: ter carteira de motorista.
 Aos 75 anos, sucesso é: ter amigos. 
Aos 80 anos, sucesso é: não fazer xixi nas calças.
Aos 90 anos, sucesso é: conseguir andar.

Indo e vindo!!!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Nossa festa! Venham todos!!!




O Espaço Cultural Cachaçaria Matulão
Convida a todos para sua grande festa de FIM DE ANO
Um ano bastante produtivo para nosso espaço e para nossa cultura.

Venham todos festejar
Fazer desta ocasião
Um dia para lembrar
A arte do nosso chão
Com música e poesia
Nesta festa de alegria
No Espaço Matulão.

Nesta sexta [dia 17 de Dez]
A partir das 16h
Box 34, Mercado da Boa Vista

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Será bem vinda!!!

Eduardo consegue em Brasília mais R$ 100 milhões para educação  

Liberação de R$ 100 milhões para melhoria em escolas da rede estadual. Este foi o resultado da reunião realizada na tarde desta terça-feira (23), em Brasília, entre o governador Eduardo Campos e o ministro da Educação, Fernando Haddad. A primeira parcela dos recursos pleiteados – R$ quase oito milhões – foi depositada na conta do Governo de Pernambuco ainda durante a audiência.   A maior parcela dos recursos – R$ 60 milhões – será destinada à construção de 11 escolas técnicas, sendo três no Sertão (Carnaíba, São José do Egito e Araripina), cinco no Agreste, beneficiando Lajedo, Bonito, Bezerros, Gravatá e Santa Cruz do Capibaribe e três na Região Metropolitana – Camaragibe, Olinda e Igarassu.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Chco de Dedês no reino encantado!





cdd2
Mestre Chico de Dedês
Seu nome de pia era Francisco Bernardo de Menezes, famoso nas regiões do Cariri-PB e Pajeú-PE, como Chico de Dedês, de quem ouvi falar e contar histórias desde que me entendo por gente. Nasceu no sitio Olho d´gua, no município de Ouro Velho, antigo Boi Véi, na Paraíba, em 08 de março de 1930.
Infelizmente veio a falecer nesta segunda, dia 22, na mesma cidade onde nasceu e viveu a vida toda.
Chico pertencia a família Bernardo de Menezes, da qual também sou descendente por parte de pai e mãe, e tenho muito orgulho em ser seu parente com tanta consangüinidade. Meu pai, Manoel Filó, foi grande amigo de Chico e parceiro em noitadas de cantorias, forrós e prosas.
Era um desses sertanejos, de recursos parcos, mas de riqueza de caráter, honestidade, ética e moral, inestimável. Conhecido e reconhecido por todos da região onde passou a vida. Era também característica sua, a prosa, cheia de improviso, presença de espírito e inteligência, em inúmeras tiradas. Um gozador nato.
Tive a honra de conhecer, e conviver, com o Mestre Chico de Dedês – Dedês apelido de sua mãe, que teve vários filhos. Em uma ocasião, ajudava Felizardo Moura, filho do Mestre Zé de Cazuza, na realização de um festival de repentistas na Prata-PB, cidade vizinha e coirmã de Ouro Velho. Estávamos recolhendo objetos antigos para decoração do palco – ferro de passar a brasa, um quadro do Coração de Jesus, bancos de madeira compridos… – quando encontramos Chico na praça de Ouro Velho;
- Chico, tu num tem uns troços antigos pra ajudar a gente não?
- Tem uma conta minha no bar de Cláudio, se quiserem levar!
cdd1
O Mestre Zé de Cazuza, o artista imitador Nildim, o Mestre Chico de Dedês e meu pai Manoel Filó, em Ouro Velho
OUTRA HISTÓRIA DE CHICO
Não faz muito tempo, em uma cantoria de viola, em Ouro Velho, os assistentes, empolgados com o desempenho dos mestres do improviso, foram bastante benevolentes em suas contribuições na bandeja – esta usada para paga dos artistas – onde se viam várias cédulas de alto valor para região; 50, 20 e as menores de 10 reais.
Chico, grande admirador dos cantadores, levanta-se do tamborete onde está sentado e se dirigi a bandeira, arrasta duas notas surradas de dois reais, e faz sua paga aos repentistas. De volta a seu assento, é indagado por um conterrâneo;
- Mas Chico, só tinha nota grande na bandeja, tu vai e só bota uma mixaria daquela.
- Pelo menos eu botei tudo que tinha no bolso!
RESPOSTAS LIGEIRAS
Nas veredas;
- Chico, tu viu umas cabeças de bode correndo por ai?
- Se tivesse visto quem tava correndo era eu!
Um conselho
- Chico, meu irmão agora quando bebe sai correndo pru meio do mato. O que é que eu faço?
- Amarra um chocalho nele!
Pagando as contas
- Chico, se tu ganhasse na loteria tu fazia o que?
- Pagava umas contas de bar que eu tenho.
- E com o resto?
- Eu pagava quando ganhasse de novo!
Descansado
Batem na sua porta:
- O que é?
- Uma esmolinha!
- Passe por debaixo da porta!
Esperando a deixa
Admirando o açude novo do patrão;
- E eu ainda vou levantar o paredão dois metros!
- Ai a água vai embora todinha por baixo!
Este era o Mestre Chico de Dedês. Mas um gênio que se despede do mundo terreno!
A benção Mestre!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Bora lá!

Porto das Letras de Novembro
Debate sobre Heterônimos na literatura
 
A Fundação de Cultura oferece um espaço literário na cidade do Recife: o Porto das Letras, na sede da Gerência Operacional de Literatura e Editoração, localizada na Av. Rio Branco, nº 76 A, no Bairro do Recife.
No dia 23 de novembro, às 17h, o Porto das Letras apresenta o debate Heterônimos na literatura, com o poeta e professor de literatura da UFRPE, Fábio Andrade e o poeta e jornalista Raimundo de Moraes, autor do livro recentemente lançado Tríade.
Porto das Letras
Terça-feira | 23 de novembro de 2010 | 17h
Com Fábio Andrade e Raimumdo de Moraes
Abertura: performance de Biagio Pecorelli
José Maria Almeida Marques e Jorge Filó recitarão poemas de seus heterônimos
Gerência Operacional de Literatura e Editoração - (GOLE) Av. Rio Branco, 76 A, Bairro do Recife. Contatos: 3355 3144 | 3355 6892 e-mail: gole@recife.pe.gov.brEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Um recado de Marcos Passos!

Clique na imagem.

Trata-se de um livro em prosa e verso, onde a autora dá ênfase ao mais profundo sentimento de nossa alma: a SAUDADE.

Nuances D’alma revela ainda, a crença e fé imensurável da autora em Deus, destacando também os laços familiares que permeiam sua obra.

Nascida em São José do Egito, sertão do Pajeú – PE, Beatriz Passos é Filha de Valdevino Batista dos Passos e Severina Gomes dos Passos. É Mãe de nove filhos.

Sempre amou a poesia desde criança, quando ouvia os versos de Antônio Marinho, Cancão, Manoel Xudu, Jó Patriota, entre tantos outros vates, ícones da cultura poética dessa terra.

Professora graduada em letras pela Autarquia do Ensino Superior de Arcoverde (AESA) lecionou em São José do Egito durante vinte e oito anos, onde se aposentou.

É Autora do livro nos passos da poesia, (Recife, Ed. do autor, 1999).

A poetisa reside atualmente em sua cidade natal, onde continua respirando poesia.


Abraços poéticos!
Marcos Passos

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Maciel Melo no Matulão!!!


A receita é sempre a mesma; música de qualidade, poesia de primeira, nordestinidade no ar, gente boa e bonita, cachaças especiais e muita, muita alegria de ver tudo isso num só lugar. É sempre assim, o Espaço Cultural Cachaçaria Matulão, não erra a mão!

Desta vez, sexta passada [dia 12], foi ainda mais gratificante, incrível, extraordinário, isso pra não dizer outras coisas menos sociais de serem ditas.

Maciel Melo e convidados!

Além do show do mestre Maciel Melo, que junto com Junior, seu parceiro na viola, cantou e encantou a platéia, totalmente integrada e participativa, cantado todas as músicas, junto com Maciel, tivemos canjas pra lá, bem pra lá de extras.

Nosso Mestre de Cerimônia, Marcos Passos, é quem dá o ponta pé inicial, sempre as 16h, levando ao microfone, já que não dispomos de palco, o cantador violeiro, prata da casa, João Eudes, Pajeuzeiro de Carnaíba, sempre fazendo a abertura da tertúlia.

Daí pra frente, só o fino da nossa arte sertaneja; Cesar Amaral, Kelly Rosa, Irah Caldeira, Anchieta Dalí, Tallis Ribeiro... sempre intercalados pelos poetas declamadores, Felipe Junior, Lai Cavalcante, Paulo Dunga, Ésio Siqueira... tudo uma maravilha. Isso tudo afora os que estavam lá apenas para prestigiar a nossa arte.

Agradeço de público a todos que estiveram presentes a mais este grande evento do nosso Espaço Cultural. Valeu meu amigo-irmão Maciel Melo, pelo carinho, respeito e pela belíssima apresentação. Obrigado, de coração, a todos os artistas, cantores, tocadores, poetas... que participaram conosco deste momento.

Quanto ao, imprescindível, público em geral, esse foi impecável!

Abraço a todos e até os próximos!!!


Alguns momentos de Maciel no Matulão.
Para ver em tamanho maior, clique na imagem.








segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Vídeo de Dedé Monteiro!

Este foi o vídeo ganhador do VI Poesia ao Vídeo, da Fliporto!
Uma honra não só pra gente do Pajeú, bem como para toda nação de poetas mundo afora!
Valeu Dedé! Parabéns a todos que fizeram parte deste belo trabalho!


segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Maciel Melo no Matulão!!!

Clique na imagem


Mais uma vez o nosso Espaço Cultural Cachaçaria Matulão, faz reverberar nossa cultura, nossa arte, através de nossos mais representativos artistas.

Desta vez, quem nos brinda com sua apresentação é o Caboclo Sonhador, Maciel Melo, já conhecido do grande público, por suas cantigas e interpretações peculiares. Um dos nossos grandes compositores e cantores da atualidade.

Maciel Melo, que fará uma apresentação solo, e seu violão, formam um conjunto único, em harmonia e afinidade musical. Então teremos um Maciel Melo violeiro, das cantigas, baladas e canções, onde melodicamente revela outro jeito de ver e ouvir seus xotes, baiões... e por ai vai.

E nosso espaço, no Mercado da Boa Vista, continua mantendo a tradição de bons eventos, sempre buscando interação entre diversão com cultura a uma boa cachaça pra degustar junto com os quitutes do Neto´s Bar, nosso parceiro.

Aguardamos todos lá!

Informações vide convite!

Parabéns a Pssa Disco!

Clique na imagem!



Sem nenhuma dúvida, este é o melhor endereço pra quem gosta de boa música, e sendo a boa música pernambucana, ai sim o endereço é certo.

Fábio Cabral é o nome do guerreiro que comanda a PassaDisco, nesses sete anos de vida. Guerreiro pela luta diária que trava contra a pirataria, luta esta bem desigual, dado aos preços praticados pelos piratas.

Mas Fábio não desiste e, é claro, tem seus aliados, um público seleto e fiel, que vem crescendo a cada dia. Também vem inventando e se reinventando, agora com sua Academia Passa Disco de Música Nordestina, que homenageia artistas pernambucanos e todos que de uma forma ou de outra, contribuem para preservação das nossas raízes musicais.

Nesta quinta [dia 11] teremos uma grande festa com muito a festejar. O convite fala por si!

Eu, com certeza, estarei lá!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Um recado do poeta Antônio Lisboa!




NOTÍCIAS DO COCANE

Nos dias 10 e 11 de novembro de 2010, o Recife será mais uma vez palco da poesia popular. Acontecerá na Capital pernambucana, a IX edição do COCANE – Congresso de Cantadores do Nordeste. O evento será realizado no Pátio de São Pedro, a partir dos 20h00min horas e terá apoio total da prefeitura do Recife através da Fundação de Cultura da Cidade do Recife. Participarão os mais renomados Repentistas, Coquistas, Declamadores, Aboiadores e Cordelistas. Os nomes de Edmilson Ferreira, Ivanildo Vila Nova, Raimundo Caetano, João Paraibano, Chico de Assis, Chico Pedrosa, Iponax Vila Nova, Raudênio Lima, Estão confirmados.

Mais informações, com Antonio Lisboa, Coordenador.
Fone: 81.9760.9444/8856.2140

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Viajando nas letras!

Em Sertânea: Eu mesmo, Ésio Rafael, Flávio Magalhães, Ivon Rabelo e Edson



Passadas as eleições, com a vitória do povo brasileiro, voltemos aos assuntos de ordem cultural.

Vou me ater a minha jornada literária pela II Jornada Literária Portal do Sertão, que aconteceu mês passado nas cidades de Sertânea, Buique e Arcoverde, com atividades também nos distritos de Cruzeiro do Nordeste [Sertânea], Catimbau e Carneiros [Buique] e Caraíbas e Serra das Varas [Arcoverde].

Foi uma grande festa para as letras, com boa participação do público em todas as atividades: oficinas, leituras de textos, recitais, conversas com escritores, apresentações teatrais, contação de histórias e muito mais.

A Jornada é uma realização do SESC-PE, que este ano já trouxe representantes de outros estados para observar e reproduzir em suas unidades. Um senhor evento, com uma senhora estrutura, montada e bem regida pelos responsáveis. Sem poder citar todos, destaco Zé Manoel, Naruna, Carminha e, claro, toda a equipe organizadora.

Tivemos presenças marcantes, de gente que hoje ocupa destacado lugar no universo das letras no país. Figuras como Marcelino Freire, nascido em Sertânea e radicado em São Paulo, onde atua fortemente em vários eventos literários, Michelinny Verunschk, que é de Arcoverde, mas também vive e atua em São Paulo, o grupo Vozes Femininas, com suas belas poetas: Cida Pedrosa, Silvana Menezes, Suzana Morais e Mariane Bígio.

Ainda estiveram presente figuras como Ésio Rafael, Pedro Américo de Farias, Marco Pólo, Marcos Acioly, Alexandre Furtado, este que vos tecla, e outros tantos fazedores e provocadores das letras. Lamentavelmente não pudemos contar com presença marcante do mestre Raimundo Carreiro, que no dia de sua viajem para Buique, teve um contratempo e desfalcou a jornada.

Melhoras ao mestre Carreiro.

Fico muito grato a todos do SESC pelo convite e pelo cuidado que tiveram, não só comigo, mas com todos que participaram desta grande festa da literatura. O sertão agradece e festeja esta ação voltada ao conhecimento e ao entretenimento de uma população tão carente de eventos deste porte.

Até a III Jornada!!!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010




Dia 31 é 13

No domingo 31
É dia de votação
Quando se vai escolher
O futuro da nação
Faça isso com cuidado
Vote com o coração
Não acredite em bolinha
Nem em outra armação
Vá seguro do seu voto
Exponha sua opinião
Mostre que quer o país
Seguindo na direção
Do que Lula construiu
Dilma a continuação
Subindo ladeira acima
Serra abaixo é sem noção
Convoque a todos e todas
Faça essa convocação
Pra votar com consciência
No dia da eleição
Eleja Dilma Rousseff
Com toda convicção
Seja mais um brasileiro
Nesta grande união
Para mostrar para o mundo
Nossa grande vocação
De um país continente
Que vota com a razão
Sem ter medo do futuro
Sabendo a sua missão
De crescer e ser mais justo
Com cada filho e irmão
Dia 31 é 13
Dilma é nossa redenção!

Jorge Filó.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Vates e Violas no ACINPE 2010!!!



Estão sendo escolhidos, através do voto popular, os melhores da música de Pernambuco, é o Troféu ACINPE, que conta com várias categorias. Em uma delas, Melhor CD de Cultura Popular – Banda ou Grupo, está concorrendo a Banda Vates e Violas, com o CD “Quem não viaja, fica!”.
É importante que todos que conhecem e admiram o trabalho musical dos Vates, participe e vote na Banda.
Se você ainda não votou, entre no blog da ACINPE [clique aqui] e participe!
Eu já votei na Banda Vates e Violas!!!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

É hoje!!!

Dia 31 é 13!


Voto Dilma presidente
Pra continuar mudando.

Pra defender meu país
Minha terra, minha gente
Voto feliz e contente
Com a minha força motriz
Confirmo o que o povo diz
Meu país ta melhorando
Vejo tudo transformando
E para seguir em frente
Voto Dilma presidente
Pra continuar mudando.

De norte a sul do Brasil
Tem obra pra todo lado
O meu país ta mudado
Sem precisar de fuzil
Foi Lula quem garantiu
Dilma está continuando
Meu Brasil ta melhorando
A maioria já sente
Voto Dilma presidente
Pra continuar mudando.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Serra e a bolinha!!!


À José Serra.

Nasceu planta, foi madeira
E tão logo foi cortada
Depressa foi transportada
Pra transformação primeira.

Ficou de outra maneira
Pois foi toda picotada
E a serragem transformada
Em papel de prateleira.

Daí seguiu pra o escritório
Pra escola ou pra o cartório
O seu destino fiel.

Porém não seguiu ditosa
E virou uma criminosa
Bola bomba de papel.


Jorge Filó.
Espero que este artefato tão perigoso, não tenha zurzido a sua massa encefálica.



quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Pra gente que tá em Sampa!

Clique na imagem.

Aniversário!

Mestre Manoel Filó

Hoje, dia 13 de outubro, meu pai Manoel Filomeno de Menezes, o Mestre Poeta Manoel Filó, estaria completando 80 anos de idade.

Elimino a ofensa do atrito
Atravanco o portão da ventania
Faço a caixa do mar ficar vazia
Boto um teto no vão do infinito
Desintegro as pirâmides do Egito
Compro o ouro que tem no Vaticano
Recupero o desastre iraquiano
Atravesso o Atlântico pelo braço
Boto um cabo na concha do espaço
Nos dez pés de martelo alagoano!

A grandeza destes versos, só compara-se ao orgulho que sinto em ser seu filho. Parabéns meu Pai!

[13 de outubro de 1930 – 21 de agosto de 2005]

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Festa pra Literatura!



JLPS

A partir da próxima sexta [dia 15], vou estar metido num entrevero bom da mulesta. Trata-se da II Jornada Literária Portal do Sertão, que vai acontecer do dia 14 ao 24 deste mês, nas cidades de Sertânea, Buique e Arcoverde.

Vai ser uma senhora festa, dedicada a literatura, a poesia, a musica e e todo universo que remetem, não só a linguagem escrita, mais também a oral, unindo as tradições dos folhetos, que eram escritos e declamados nas feiras.

Vou estar com uma reca de cabras bons; Raimundo Carreiro, Marcelino Freire, Ésio Rafael, Marcus Acioly, Lirinha e muitos outros.

A Jornada é uma realização do SESC-PE, que já disponibilizou toda a programação do site especifico da tertúlia. Vale demais uma visita. Clique na imagem e saiba de tudo.




sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Pobre menina Marina!




Marina e o PIG!

É assim que funciona! A mídia golpista, ou PIG [Partido da Imprensa Golpista], como denominam-se certos veículos de comunicação, já começam a regurgitar a pobre Marina Silva. “De que serve mais a pobre acreana, já estamos no segundo turno”, diz a turma do PIG.

Pobre Marina. Ela mesma acreditou que teve realmente 20 milhões de votos, que vinte milhões de eleitores a escolheram pelo seu plano de governo, sua historia política, seu amor pelo verde e suas magníficas idéias de governo. Mas já começa a ver a realidade.

Os jornais, revistas, emissoras de TV e radio, que a pouco a expunham como a queridinha do Brasil, apurando sua imagem, dando eco a suas falas, vão mostrando, de fato, o que queriam da moça – e que conseguiram – era levar seu representante, já as moscas, para um segundo turno.

Feito isso, que se danem PV, Marina, Meio-ambiente, agora é partir pra o ataque, sem medidas, sem regras, sem caráter, no vale-tudo pra voltar ao poder, aos desmandos da nação.

Pior que tudo isso, é ver que, por puro rancor, a menina Marina, fica fazendo fita e ameaça apoio aos DEMos e Tucanalhas, verdadeiros representantes daqueles que sempre estiveram a frente de tudo quanto ela lutou contra.

Pobre Chico Mendes, revolto em seu jazigo, vendo como os poderosos do PIG manipulam sua pupila, usam e abusam, ao seu bel prazer, como se fosse ela, ou quem quer que fosse, puro mecanismo de manobra para suas conquistas espúrias.

Pobre menina Marina!

Jorge Filó.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

No mercado de Madá!

ACADEMIA PASSA DISCO PROMOVE SARAU


academia
Neste sábado dia 09/10 no Mercado da Madalena, a partir das 11:00 horas, declamando poemas de Fernando Pessoa. Presença de poetas e declamadores locais e amantes da poesia.

Mariana Bienhachewski da Costa Portela. Desde adolescente, levava cultura para a escola, reunindo-se com os colegas, e sempre muito ligada à poesia, dos clássicos aos contemporâneos, de Brasil e Portugal, sobretudo. Claro que o ambiente em casa, cercada de estantes, com pais escritores, sempre reunidos com outros escritores, ajudou muito.
Desde os dez anos de idade, participava de encontros na Livraria Cultura, sempre aos sábados pela manhã, onde se reuniam jornalistas, escritores, intelectuais em geral. Sentava no meio do pessoal como se tivesse a idade deles. 
No Curso de Psicologia da PUC, enquanto continuava a organizar saraus em vários locais, casas de amigos, em casa, em bares, na praia, etc., ela fez um TCC inédito, juntando poesia com filosofia. O título do seu trabalho é: “O resgate do óbvio: uma aproximação fenomenológico-existencial do pensamento de Gaston Bachelard com a obra de Alberto Caeiro (2005)”.
marianaportela
 Mariana Portela no Sarau da Academia Passa Disco
Enquanto isso, ela escrevia. Sempre escreveu. E antes de viajar a Portugal, para fazer pós-graduação em Ciências da Cultura, na Universidade de Lisboa, lançou seu blog literário: “Confissões, declarações e crônicas“.
Em Portugal, organizou saraus memoráveis, segundo quem ios presenciou, no Tejo Bar, em Lisboa, um bar de poetas, intelectuais e, naturalmente, pirados. Aí, além de poesia, lia trechos de autores brasileiros, como Clarice Lispector, a preferida dela. Um vídeo em que ela lê Clarice no Tejo Bar você encontra no Jornal da Besta Fubana.
Mariana tem uma tese original: ela acredita na possibilidade de usar poesia em clínica psicológica. Agora está fazendo um curso avançado de projetos culturais e tenho certeza de que irá espalhar a prática dos saraus (que não são apenas literários, mas musicais, também) no maior número de espaços que conseguir.
O sarau é um negócio do início do século passado, mas que, pelo jeito, está voltando com tudo no Brasil.
Mariana é filha do Jornalista e escritor Fernando Portela, colunista do JBF.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

É assim que eu vou votar!





É assim que eu vou votar, de novo, quantas vezes for preciso.
Motivos tenho de sobra!

Voto em Dilma Rousseff
Pela continuidade
Por um Brasil mais humano
Que cuida bem de verdade
Da população carente
Quero um Brasil pra frente
Voto 13 com vontade.

Voto em Dilma Rousseff
Por um Nordeste assistido
Com obras pelo sertão
Como nunca tinha havido
Já vem a transnordestina
E a transposição termina
Mudando meu chão querido

Voto em Dilma Rousseff
Por milhões de brasileiros
Incluídos e lembrados
Em projetos verdadeiros
Bolsa família alimenta
Quem tem pressa e na agüenta
Esperar por promesseiros.

Voto em Dilma Rousseff
Pra afastar de uma vez
Quem representa as elites
Governou e nada fez
Pobres não estão no plano
De um governo tucano
Isso eu garanto a vocês.

Voto em Dilma Rousseff
Nossa brava guerrilheira
Que vai brigar pelo povo
Agora de outra maneira
Vai ser nossa presidente
Botando o país pra frente
Com essa gente brasileira.

Voto em Dilma Rousseff
Pra governar a nação
Que Lula botou no trilho
Através da implantação
De projetos populares
Que construiu vários lares
Pra gente sem condição.

Voto em Dilma Rousseff
Consciente e orgulhoso
Quero um Brasil vencedor
Cada vez mais poderoso
Quero a continuação
De um projeto de nação
De um país grandioso!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Eu voto assim!!!


Esta é minha contribuição para esta última semana que antecede o dia das eleições!
Minha chapa completa!

Do 40640 [Waldemar Borges], passando pelo1310 [Mauricio Rands], indo com 130 [Humberto Costa], 140 [Armando Monteiro], 40 [Eduardo “daqui pra melhor” Campos] e finalmente o 13 [Dilma Rousseff].

Para o Brasil continuar mudando!

Minha chapa

Eleições dois mil e dez
Minha chapa eu digo agora
Voto firme, consciente
E vou dizer sem demora
Voto certo pra vencer
E todos vão se eleger
E vai ser de fora-a-fora.

Voto em Waldemar Borges
Pra legislar no estado
Seu perfil de honestidade
É o seu maior legado
Voto sem me enganar
Deputado é Waldemar
Pra unir-se Eduardo.

Voto em Maurício Rands
Deputado federal
Já mostrou ser atuante
Lá no Planalto Central
Esse é meu deputado
Já sou bem representado
No seu mandato atual.

Voto em Humberto Costa
Esse é um dos senadores
Um político na forma
Com virtudes e valores
Levou a saúde a sério
Com Lula no ministério
Bons administradores.

Voto em Armando Monteiro
Outra vaga do senado
Grande empreendedor
Trabalhando pra o estado
Um cidadão de valor
Vai ser nosso senador
Pra ajudar Eduardo.

Voto na reeleição
Pra governo do estado
Atitude e competência
Vem mostrando resultado
E vai mostrar muito mais
Pois tem o sangue de Arrais
Meu voto é de Eduardo.

Voto em Dilma, a Presidenta
Nossa brava heroína
Mulher de garra e de luta
Grande força feminina
Vai dar continuidade
A um projeto de verdade
Que com Lula não termina.

Assim fechei minha chapa
Sem receio de errar
Aqui faço um chamamento
Quem quiser me acompanhar
Vamos fazer do Brasil
Um real e varonil
Recanto pra se morar!

Ainda apoio, e com orgulho, as candidaturas de;

Rogério Menezes 13233 [estadual] Poeta repentista.
Fernando Ferro 1313 [federal]
Luciana Santos 6513 [federal]
Luciano Siqueira 65100 [estadual]
Múcio Magalhães 13133 [estadual]
João Paulo 1333 [federal]

Ou simplesmente votar nas legendas.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Mais uma Corda Virtual!


Felizardo Moura, Manoel Filó, Jader Tenório, Lirinha e Luis Homero.
São José do Egito, 19...



Como já é de costume, o site Interpoética, atualizado mensalmente, sempre trás um novo mote para ser glosado no link ‘Corda Virtual’ que pode, e deve, ser acessado e glosado, por todos que queiram participar.

O mote da vez foi extraído do livro “As curvas do meu caminho” de autoria do Mestre Manoel Filó, meu pai, a partir de uma estrofe do poeta Lirinha, em carta ao Mestre, do qual era amigo e admirador – o 3º CD, de sua extinta banda Cordel do Fogo Encantado, abre com um poema dele.

O poema de Lirinha, na íntegra, é este;

Toda minha visão é catingueira
Minha sede é de água de quartinha
Sou fantasma das casas de farinha
Sou pedaço de vida em fim de feira
Ave-bala que tem mira certeira
Um cordel de palavra incandescente
Sou a presa afiada da serpente
Que cochila nos pés do cangaceiro
Essa noite eu retalho o mundo inteiro
Com a peixeira amolada do repente.

A décima acima foi feita de forma livre, sem seguir um mote, mas sua terminação deu a deixa pra Corda Virtual e o mote ficou assim;

Essa noite eu retalho o mundo inteiro
Com a peixeira amolada do repente.

Vários poetas já participaram e continua a chegar décimas de poetas de todas as partes desse brasilzão poetizado. Quem quiser participar, obedecendo as regras da métrica e da rima, é claro, é só enviar sua contribuição para o e-mail do site Interpoética;


Eis a minha contribuição para esta nova Corda;

Quando o manto do luto cobre o dia
E a penumbra de sombra o céu invade
Se instala nos becos da cidade
Um torpor de escárnio e de orgia
O sarau faz vibrar a nostalgia
E o poeta, se arvora um eloqüente
Pra reinar, ganha o verso de presente
Onde o verbo põe fogo em seu braseiro
Essa noite eu retalho o mundo inteiro
Com a peixeira amolada do repente.

Madrugada me traz a inspiração
Decifrando em mim milhões de cismas
E me pego no mundo dos sofismas
Distinguindo a mentira da razão
Quando faço, por vez, a indagação
Do que em tudo concerne diferente
Tudo fica mais claro em minha frente
E o meu verso se torna mensageiro
Essa noite eu retalho o mundo inteiro
Com a peixeira amolada do repente.

domingo, 12 de setembro de 2010

Cachaçaria Matulão!!!


Pra recomeçar!

Vamos abrir o segundo semestre de eventos, no nosso Espaço Cultural Cachaçaria Matulão, em grande estilo! Nossa próxima atração é o poeta e cantador Cesar Amaral, que lança seu mais recente CD “Arranchado”, com vários ritmos da nossa música regional.
Vamos manter as mesmas características dos eventos passados, começando sempre às 16h, indo até o fechamento do mercado, que é às 20h, sempre no pátio posterior do Mercado da Boa Vista, no Box 34.

Nossos encontros, que já tiveram as presenças de Irah Caldeira, Paulo Matricó, Chico Pedrosa, Zé de Cazuza, Vates e Violas, Anchieta Dalí e tantos outros, lançando seus CDs e Livros, sempre são repletos de poetas, declamadores, cantores, artistas e admiradores da nossa rica cultura popular.
Venha participar com a gente de mais este grande encontro de grandes nomes da nossa arte. Participe, seja mais um neste cordão que cresce a cada evento e dá vez e voz aos nossos artistas.
Informações, vide convite!



Um voto de valor!



UM POETA REPENTISTA NA ASSEMBLEIA DE PERNAMBUCO

VAMOS FAZER DEPUTADO
UM CANTADOR DE VIOLA


Eu já guardei o retrato
Desse candidato sério,
Pois eu confio em Rogério
Que nunca falhou num ato.
Foi muito bem no mandato
Que lhe serviu de escola.
E hoje em minha cachola
Seu número tá decorado…
“Vamos fazer deputado
Um cantador de viola!”

Ismael Gaião

Só quem conhece a cultura
Pode por ela lutar
Por isso quero mostrar
Que esta candidatura
Possui a firme estrutura
Que impulsiona a mola
Já montada na bitola
Para o nobre eleitorado
“Vamos fazer deputado
Um cantador de viola!”

Wellington Vicente

Para que ninguém esqueça
Vou repetir pra vocês
É o treze, dois, três, três
Que tem que dar na cabeça
Para que o povo apareça
E saia dessa gaiola
Se o engravatado enrola
Rogério é desenrolado
“Vamos fazer deputado
Um cantador de viola!”

Paulo Moura (Dunga)

Pra legislar de verdade
Com luta e com transparência,
Educação, coerência,
Trabalho e honestidade;
Em prol da sociedade
E contra essa curriola,
Os professores da escola
De eleger cabra safado,
“Vamos fazer deputado
Um cantador de viola!”

Marcos Passos

Agora nesta eleição
Escolha bem com critério
Vamos votar em Rogério
Em favor do cidadão
E pelo bem da nação
O pobre será lembrado
Em nosso querido Estado
Todo o povo cantarola
“Vamos fazer deputado
Um cantador de viola!”

 Antônio Neto

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Vai ser hoje! Não percam!!!

Atualizado!!!



No território da Poesia hoje não é feriado e neste dia 7 o Interpoética atualiza os internautas sobre as suas boas-novas do mês de setembro.

Entrevistamos André Cervinskis, um dos maiores conhecedores da obra de Manuel Bandeira e que está compartilhando conosco as novidades dos seus projetos literários para este segundo semestre. Já sintonizou a nossa web rádio? Ouça a bela homenagem que prestamos a Chico Pedrosa e complemente esse momento com mais 12 vozes e imagens dos poetas reunidos no vídeo Psia!, de Mariane Bigio. Em Artigos o nosso querido Lara traz um aprofundado questionamento sobre literatura marginal, e no Especiais confira o trabalho da professora Clélia Reis Geha, sobre a representação da mulher na poética de Cida Pedrosa. Um jovem poeta de Arcoverde, Ícaro Tenório, está nos Inéditos e o mestre Everardo Norões é o destaque da resenha literária deste mês. E não esqueça também de prestigiar os nossos colunistas, um naipe de oito talentosos, sempre trazendo bons momentos para a primeira página do Interpoética.

Para finalizar o recado, convocamos a todos para participarem do novo mote da Corda Virtual:

Essa noite eu retalho o mundo inteiro
Com a peixeira amolada do repente.


Quer saber quem é o autor de tanta beleza? Então clique aqui e depois prossiga navegando nos mares do maior acervo virtual sobre literatura pernambucana.

Abraço fraterno e até a próxima.

Os editores.



Confira o edital do 2º Concurso de Poesia Sintepe.
 
Acompanhe o Interpoética no Twitter e no facebook 





Fraternal abraço
Sennor Ramos, Raimundo de Moraes & Cida Pedrosa
Recife, 07 de setembro de 2010

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Mestres da poesia!




Para fazer um soneto

Tome um pouco de azul, se a tarde é clara,
e espere um instante ocasional
neste curto intervalo Deus prepara 
e lhe oferta a palavra inicial

Ai, adote uma atitude avara
se você preferir a cor local 
não use mais que o sol da sua cara
e um pedaço de fundo de quintal

Se não procure o cinza e esta vagueza
das lembranças da infância, e não se apresse
antes, deixe levá-lo a correnteza

Mas ao chegar ao ponto em que se tece
dentro da escuridão a vã certeza
ponha tudo de lado e então comece.

Carlos Pena Filho.

A voz do sertão!

Próximo domingo(05), às 15h, a dupla Mocinha de Passira e Santinha Maurício se apresenta na 8ª edição do Nosso Quintal em Cantoria promovido pelo Programa Voz do Sertão. Junte-se mais uma vez ao universo do repente em uma tarde poética ao som das violas!

Cantoria com Mocinha de Passira e Santinha Maurício
Domingo, dia 05 de setembro, às 15h
Nosso Quintal - ao lado da sede da Chesf, Recife( INFO: 32286846)
entrada franca